top of page
  • Foto do escritorDra. Thaísa Bramusse

Tirzepatida é o melhor remédio para emagrecer?


A tirzepatida é uma nova substância para o tratamento do diabetes tipo 2 e com indicação para o tratamento da obesidade. Ela já é comercializada nos Estados Unidos pela farmacêutica Lilly, com o nome comercial de Mounjaro.


A expectativa sobre esse medicamento se deu pelo fato de, nos estudos realizados com pacientes, os resultados superarem e muito aqueles obtidos com outros medicamentos, como o Ozempic ou Saxenda. Mais ainda: eles foram comparados ao emagrecimento promovido somente pela cirurgia bariátrica, algo superior a 20% do peso corporal.


Mas será a tirzepatida o melhor medicamento para emagrecer? Vamos entender a seguir.


O que é a tirzepatida?

A tirzepatida atua simulando a ação de dois hormônios intestinais, o GLP-1 e o GIP.

O GLP-1 é um peptídeo, secretado no intestino quando comemos. Ele age no controle da glicemia, pois ativa a produção de insulina pelo pâncreas, faz a digestão ficar mais lenta e promove a sensação de saciedade.

Esse processo é semelhante ao de medicamentos como Saxenda e Victoza (liraglutida), do Ozempic e Rybelsus (semaglutida) e do Trulicity (dulaglutida). Ou seja, ajuda no controle da glicose no sangue e do apetite, consequentemente, no tratamento do diabetes e da obesidade.

A diferença, no entanto, está na associação com o GIP, um hormônio peptídeo inibidor gástrico e dependente de glicose. Ele age em células do pâncreas e melhoram a secreção de insulina.

Além disso, ele auxilia no controle do apetite e na sensação de saciedade. Inclusive, vários estudos ligam o GIP à regulação de insulina, da glicose e do peso do corporal.


Como é o tratamento com esse remédio para emagrecer?

A Tirzepatida é administrada via injeção subcutânea, em aplicação semanal. A dosagem varia em 5 mg, 10 mg e 15 mg, conforme o protocolo específico do paciente.

E é aqui que eu reforço sobre a importância do acompanhamento médico e nutricional, bem como da mudança de hábitos do paciente.

A medicação é um suporte no tratamento que de fato ajuda muito o paciente a começar sua transformação de vida. Mas a continuidade dos resultados dependerá do comprometimento do paciente.


É indispensável a adoção de melhores hábitos alimentares, prática de exercícios, cuidados com o sono e manejo do estresse, por exemplo. Precisamos também avaliar alterações metabólicas e hormonais.

E claro, preparar o organismo para o desmame gradual da medicação.


A tirzepatida é o melhor remédio para emagrecer?

Um estudo publicado no periódico New England Journal of Medicine, em junho de 2022, apresentou resultados muito animadores sobre o uso da tirzepatida no tratamento da obesidade.

O efeito do medicamento foi avaliado em mais de 2.500 pacientes, durante 72 semanas.

A média de emagrecimento após esse prazo foi de:

  • 15% com a dose semanal de 5 mg de tirzepatida;

  • 19,5% com a dose de 10 mg;

  • 20,9% com a dose de 15 mg, e deles, cerca de 36% perderam mais de 25% de peso;

  • 3,1% com o uso de placebo.

Essa perda de peso superior a 20% é comparada àquela promovida pela cirurgia bariátrica, resultado nunca observado com o uso de outras medicações.

Os resultados da Tirzepatida foram superiores, inclusive, ao Wegovy, uma medicação lançada em 2021 nos EUA, considerada uma revolução no tratamento da obesidade.

Há efeitos adversos no uso?

Os principais efeitos colaterais da tirzepatida foram no trato gastrointestinal, como náuseas e diarreia. Na maioria dos casos, são leves ou moderados e transitórios.

Vale lembrar que a tirzepatida é destinada ao tratamento da diabetes tipo 2, mas o uso em pacientes obesos e não diabéticos teve risco observado de menos de 2% de hipoglicemia.


Há outros benefícios no uso desse remédio para emagrecer?

Há sim. Além do controle da glicemia e do apetite, foi observado:

  • Redução dos níveis de insulina;

  • Remissão de pré-diabetes em mais de 95% dos casos;

  • Redução da gordura no fígado (esteatose hepática);

  • Melhora da pressão arterial;

  • Melhora do colesterol e dos triglicerídeos;

  • Redução do percentual de gordura superior ao de massa muscular;

  • Redução do risco cardiovascular e de doença renal crônica.

O perfil de segurança clínica é similar ao das medicações disponíveis do mercado, mas o emagrecimento é semelhante ao da bariátrica. Há ainda melhora em vários índices metabólicos, o que faz da tirzepatida o remédio para emagrecer mais eficaz até então.


Como comprar tirzepatida?

O medicamento Mounjaro ainda não está sendo comercializado no Brasil. A farmacêutica Lilly já solicitou o registro perante à ANVISA, para o tratamento de diabetes tipo 2. E isso é um detalhe importante: o medicamento também precisará ser aprovado para o tratamento da obesidade. Frente às evidências, é algo bastante provável.

A previsão de comercialização por aqui é 2023, mas o medicamento já pode ser importado.


Espero ter esclarecido suas dúvidas!


Até a próxima!


Dra. Thaísa Bramusse



コメント


bottom of page