top of page
  • Foto do escritorDra. Thaísa Bramusse

Canetas para emagrecer: o que são e para quem são indicadas



O que são as canetas para emagrecer

Recebo muitas perguntas sobre canetas para emagrecer no consultório e sei que o tema está em evidência há um tempo. Por isso, vou esclarecer os detalhes sobre essa medicação e quem pode se beneficiar com ela.


A origem do medicamento

Logo após nos alimentarmos, nosso intestino libera um hormônio chamado GLP-1. Ele estimula a produção de insulina pelo pâncreas, potencializando sua ação, para equilibrar a glicose no sangue, que resulta da digestão dos carboidratos.


Percebendo a ação desse hormônio, a ciência começou a produzir um hormônio sintético ao GLP-1, com foco no tratamento do diabetes.


Por que usar a caneta para emagrecer

Os estudos mostraram que o GLP-1 também tem ação sobre a saciedade e o desejo por comida como recompensa. Isso mesmo! Ele atua de forma periférica, retardando o esvaziamento do estômago e no sistema nervoso central, em núcleos distintos do hipotálamo, inibindo o apetite e o sistema de recompensa.


Ou seja, todos esses fatores contribuem para a pessoa comer menos e, consequentemente, emagrecer.


Além de efeitos sobre o apetite e no controle do diabetes, essa medicação também contribui para a prevenir a doença, em casos de risco aumentado.


Há também benefícios no tratamento da esteatose hepática (gordura no fígado) e de algumas cardiopatias.


Quais as canetas para emagrecer existem

A primeira caneta existente foi a Victoza, que tem como princípio ativo a Liraglutida, um hormônio sintético análogo ao GLP-1. A princípio, ela foi desenvolvida exclusivamente para o tratamento do diabetes (em bula).


A partir da liberação desse medicamento para uso contra a obesidade, ele recebeu uma nova nomenclatura: Saxenda.


O princípio ativo é o mesmo, a Liraglutida. O que muda é a apresentação da caneta, que permite controle de doses maiores, indicadas para o tratamento da obesidade. Também foi incluída a indicação em bula para esse fim.


São medicações de uso diário.


O que há de mais novo

Um medicamento mais novo, mas da mesma classe, é o Ozempic, que tem como princípio ativo a Semaglutida. A grande diferença para os anteriores é que trata-se de um medicamento mais potente, por isso, a aplicação é semanal.


Recentemente, um estudo com um novo medicamento em teste, a Tirzepatida (Lilly), mostrou resultados ainda mais promissores no controle do diabetes e 2 vezes mais eficazes na perda de peso. O medicamento está em fases finais de ensaios clínicos.


Vale lembrar que esses medicamentos são indicados, primeiramente, para o tratamento do diabetes, com exceção do Saxenda, que apresenta indicação em bula para tratamento da obesidade.


Por isso, é indispensável uma avaliação médica para determinar se é o melhor para se caso.


Quem pode usar a caneta para emagrecer

As canetas para emagrecer podem ser usadas por pessoas obesas ou com sobrepeso, como um coadjuvante para o emagrecimento, quando indicadas pelo médico. Ou seja, podem ser usadas de maneira "offlabel" para o emagrecimento.


Elas ajudam em pontos cruciais, como o aumento da saciedade e a redução do apetite. Mas sozinhas não fazem milagre. É preciso associar o tratamento a mudanças na alimentação, à prática de atividade física e ao ajuste de possíveis distúrbios metabólicos e hormonais.



As canetas tem um custo elevado e são medicamentos que alteram o metabolismo. Ou seja, nunca devem ser tomadas sem acompanhamento médico, pelo bem de sua saúde e de seu bolso!


Contraindicações

A Liraglutida e a semaglutida não devem ser usadas em pacientes com histórico de carcinoma medular de tireoide, durante a gestação, com doenças renais, hepáticas, além de alergia a qualquer componente da fórmula.


Vários aspectos no organismo devem ser avaliados pelo médico antes de iniciar o uso de canetas para emagrecer.


Se você precisa emagrecer e quer fazer isso de forma saudável, com resultados duradouros, procure avaliação e acompanhamento profissional. Esse é o caminho para ótimos resultados, com segurança.


Conte comigo, se precisar!

Até a próxima!


0 comentário

Comments


bottom of page